CONTANDO UM CONTO #3: Que os bons ventos mudem de direção e cheguem logo por aqui

Resultado de imagem para imagens bonitas do tumblr



Hoje eu acordei com o corpo pesado, me sentindo outra pessoa, com vontade de jogar algumas coisas na mochila e andar por aí. Quem sabe assim, esse cansaço do meu corpo e da minha alma fiquem pelo meio do caminho.

Os meus ombros, o meu corpo, a minha mente, a minha vontade de fazer o que gosto, gritam por um descanso. Sinto que estou cansada de fazer tudo sobre pressão, de não sentir mais tanto prazer em fazer as coisas que gosto, sinto que estou cansada até de mim mesma. Essas coisas todas, todos essas responsabilidades do dia a dia estão me deixando maluca e irritada.

Escrever no blog e conversar com vocês, está se tornando meu hobby favorito, ler está ficando em segundo plano. Sinto que estou no meu limite e preciso brecar logo, antes que as coisas fiquem mais difíceis e daqui não saia mais nenhuma resenha.

Se tivesse como deixar na água do chuveiro, toda a minha exaustão, todos os meus medos e anseios, toda a minha frustração de ainda não ter chegado onde quero e todo o meu medo de fracassar por completo, seria tão bom...

Eu estou exausta e talvez devesse me concentrar apenas naquelas coisas que realmente estão me fazendo bem no momento, e escrever é uma dessas coisas. Preciso me reerguer, voltar a acreditar em mim mesma e assim me revigorar por completo. Seria bom viver tempos maravilhosos, de completa alegria, sem deixar espaço para a duvida, o medo, o cansaço e a tristeza. São quatro palavras pequenas, mas que estão me assombrando agora e em todos os outros dias.

É estranho, mas não sei por onde começar... só sei que aqui dentro, bem lá no fundo, bate aquela vontade de gritar e me libertar dessa escuridão que me sufoca e me deixa sem ar...

O que desejo nesse momento?

Que novidades cheguem, e que elas me tragam o ar puro e fresco que preciso. Quero e necessito retomar a minha energia e a minha alegria de fazer as coisas simples da vida que me fazem muito feliz, como passear com a minha família ou pegar um bom livro e conseguir lê-lo até o final.

8 comentários:

  1. Olá amore...
    Que lindeza de conto... Me fez refletir a respeito da vida num todo, também não estou passando por um momento fácil... Mais prefiro acreditar que está complicado pra todo mundo, afinal...
    “...toda a minha frustração de ainda não ter chegado onde quero e todo o meu medo de fracassar por completo, seria tão bom...”
    Sei bem como é isso...
    Espero que essa fase passe e que seja apenas lições para encarar a vida...

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  2. Si, vou logo dizendo que seja uma viagem p espairecer, pois se pegar a mochila e viajar p algum lugr que te lembre trabalho, vai dar em nada! Experiência própria! Mas sobre o fato de estar se afastando da leitura pois se sente sobrecarregada, juro que entendo! Torcendo p vc conseguir o ar fresco das novidades que almeja! E sempre que precisar gritar, pode me chamar! bjs!

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Belas palavras! Já pensou em viajar de verdade? Sabe, tirar uns dias para você mesma, apenas para refletir e descansar um pouco.. queria eu ficar sobrecarregada com tantas leituras, no momento o que me tira o sono é o TCC...

    ResponderExcluir
  4. Olá. Vc escreve muito bem. E se isso te faz feliz, se é esse o seu momento de prazer e de felicidade, escreva. Escreva muito. Ponha tudo pra fora. Terei o maior prazer em ler cada palavrinha que vc postar aqui.
    Beijos e fique bem.

    ResponderExcluir
  5. Olá flor...adoro contos!
    Gostei bastante do seu e espero acompanhar mais coisas do gênero aqui...parabéns!


    Super beijo

    ResponderExcluir
  6. Oi Simeia!
    Seu texto me deu um aperto no coração! Sei bem como você se sente e quando estou assim tento focar no que me faz feliz, no que me dá prazer. Pego um livro que gosto para ler e deixo os de parceria para trás, procuro as amigas para conversar, ouço músicas bem alto astral - costuma funcionar comigo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi Simeia, sua linda, tudo bem?
    Você me fez chorar com suas palavras, pois acabei sentindo o que você disse. Eu sei o que é essa pressão, eu sei o que é esse medo: é o peso da vida, das responsabilidades, de em alguns momentos tudo dar errado, de você não conseguir e não enxergar uma outra forma para conseguir e se ver perdido. O que fazer? Fé!!! Amor!!! Não há outro caminho. Siga na direção do que lhe faz feliz, é o que lhe desejo de coração.
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  8. Oi Si sua linda!
    Adorei seu conto, me identifiquei, também queria sair pela estrada tentar jogar essa bagagem emocional pelo caminho, respirar o frescor de novos ares, enfim vencer esse cansaço emocional que se pendurou em mim, que me mudou.
    Gostei da profundidade do teu texto.
    Quem sabe não vamos numa viagem louca mesmo que seja somente em nosso coração e na alma em busca de caminhos pra felicidade, né?
    Beijos minha amiga S2

    ResponderExcluir

Olá, veio comentar?Que booom, fico muito feliz e espero que tenha gostado da postagem.

Obrigada pela visita!

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo